Tag Archives: ser feliz

Agrade seus ouvidos…

18 ago

Tá a fim de uma musiquinha gostosa pra agradar seus ouvidos?

Tá aí:

Sweet About Me

Gabriella Cilmi
Ohh watching me, hanging by a string this time.
Do easily, the climax of the perfect lie.
Ohh watching me, hanging by a string this time.
Do easily, smile worth a hundred lies.

If theres lessons to be learned, I’d rather get my
jamming words in first so, tell you something that
I’ve found, that the world is a better place when its
upside down boy.

If theres lessons to be learned, I’d rather get my
jamming words in first so, when your playing with
desire, don’t come running to my place when it burns
like fire boy.

Chorus:

Sweet about me, nothing sweet about me, Yehh
Sweet about me, nothing sweet about me, Yehh
Sweet about me, nothing sweet about me, Yehh
Sweet about me, nothing sweet about me, Yehh

Blue, blue, blue, waves they crash as time goes by, so
hard to catch. Too, too smooth, ain’t all that, why
don’t you ride on my side of the tracks.

If theres lessons to be learned, I’d rather get my
jamming words in first so, tell you something that
I’ve found, that the world is a better place when its
upside down boy.

If theres lessons to be learned, I’d rather get my
jamming words in first so, when your playing with
desire, don’t come running to my place when it burns
like fire boy.

Chorus:
Sweet about me, nothing sweet about me, Yehh
Sweet about me, nothing sweet about me, Yehh
Sweet about me, nothing sweet about me, Yehh
Sweet about me, nothing sweet about me, Yehh

Anúncios

Viva o bom humor!

16 jul

Aproveitando o clima de sexta feira……. Viva o humor!!!!!!!!!

Viva todo aquele que tem o bom humor como filosofia de vida. Aquele que ri de tudo, que não leva a vida tão a sério!!!!

Viva todo artista do humor que tem talento, sensacional inteligência e perspicácia para nos fazer ter momentos de plena leveza e alegria….. porque rir ainda é o melhor remédio, ahahahah!

A seguir três vídeos que eu adoro. Os dois primeiros são do ator Marcelo Médici e formavam a peça “Cada um com seus Pobrema” que ele encenou por anos e que assisti ano passado no Teatro Frei Caneca – São Paulo – SP.

E o outro do ator Marcius Melhem na peça que ele fazia com seu colega e amigo, o ator Leandro Hassum.

Beijos e boas risadas!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Bom fim de semana!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! 🙂

Toques conscienciais

10 nov

Recebi esse texto por email e preciso mostrar para vocês! Vem na toada do meu post anterior, com um pouco mais de conceitos espíritas/espiritualistas! Abra a mente!                                      

Vinte e dois toques conscienciais

 

(Ponderações Espiritualistas, Simples e Despretensiosas)

1. Tudo tem um duplo!

(A energia é a base de todas as coisas).

2. Emoções estagnadas bloqueiam a circulação sadia das energias.

(Má resolução afetiva = Bloqueios energéticos e Chacra cardíaco esmaecido).

3. As energias seguem os pensamentos.

(Cada um é o que pensa!)

4. Se a mágoa prende as energias, o oposto também é verdadeiro; o perdão libera as energias e faz o coração virar um sol.

(A compreensão enche a aura de luz).

5. Fios energéticos interligam as pessoas. Às vezes, espíritos densos se agarram nesses fios e interagem com as energias, conectando-se psiquicamente com aqueles que estão interligados. Muitas vezes, através dos acoplamentos áuricos negativos entre pessoas, espíritos densos interligam-se a elas e fazem um verdadeiro trampolim energético, pulando de uma para outra. O objetivo desse pessoal pesado é sempre o vampirismo psíquico e o rebaixamento espiritual de todos.

(Por isso o sábio Jesus ensinava que é preciso “orar e vigiar!”).

6. De que adianta uma vestimenta luxuosa, se, por dentro, o coração está miserável?

(A verdadeira roupa do Ser é sua aura, que reflete bem o que cada um pensa, sente e quer da vida e dos outros. Por isso, é essencial encher a aura de luz, diariamente, e lembrar-se da própria natureza espiritual).

7. Da mesma forma que é necessária e vital a higiene diária do corpo físico, assim também é em relação aos corpos sutis.

(Preces, meditações, mantras, contatos com a natureza, e estudos e práticas espirituais sadias renovam as energias dos corpos sutis e tornam a aura numa verdadeira “vestimenta de luz”).

8. Espíritos assediadores não ligam a mínima para a formação acadêmica de ninguém. Eles entram nas energias das pessoas por sintonia com o que elas pensam, sentem e fazem na vida. Não lhes interessa o diploma ou a cultura da vítima de seu vampirismo, pois, sempre procuram nela o clima psíquico interno adequado para suas atividades nefandas.

(Esse é um paradoxo curioso: espíritos infelizes, sem formação alguma, conseguem infligir grandes danos psíquicos em técnicos e doutores de várias áreas humanas, simplesmente explorando neles o mais básico: suas emoções mal-resolvidas e seus pensamentos estranhos).

10. Outros paradoxos estranhos: médiuns com medo de espíritos desencarnados; iogues que trabalham com práticas respiratórias, mas que são escravos do fumo; doutrinadores de sessões de desobsessão, que, sequer doutrinaram a si mesmos e jamais fazem o que dizem aos espíritos, principalmente perdoar a alguém; passistas, curadores prânicos e reikianos andando no mundo com os chacras das mãos apagados; projetores extrafisicos com medo das saídas do corpo; e espiritualistas variados que sempre falam de vida após a morte, mas não deixam de chorar e visitar tumbas no cemitério no dia de finados.

(E, mais um paradoxo, que nunca consegui entender: estudantes espirituais, de várias linhas, que estudam sobre carma e reencarnação, mas ainda padecem da doença do racismo e do preconceito em seus corações).

11. Ninguém é dono da verdade, mas tem gente que acha que sabe tudo!

E isso só revela o seguinte: dentro da magnitude da vida, em todos os níveis, planos e dimensões, quanto mais se estuda, mais dúvidas aparecem, pois se percebe, claramente, que o que se sabe é bem pouco diante do infinito. Logo, quem estuda a sério e com discernimento das coisas, descobre o óbvio: nunca saberá o bastante, nem em mil vidas…

Em contrapartida, pode descobrir a si mesmo e admirar-se com a grandeza da vida, e isso é mais importante do que os segredos do universo.

(Conhecer a si mesmo é o grande desafio do ser humano).

12. Alguém pode comprar o amor verdadeiro de outro? E que coisa da Terra poderá preencher o vazio existencial do coração?

(Nem bebida ou drogas são capazes de dar o que o próprio coração não descobriu: a arte de ser feliz).

13. Nenhum ser no universo pode dar discernimento a outro. Isso é tarefa íntima e intransferível. É fruto da própria experiência de ousar raciocinar e se erguer para além dos limites sensoriais e dos convencionalismos humanos. Não há nenhuma técnica de despertar da consciência que seja baseada na preguiça e no comodismo.

(Seres de luz podem dar toques conscienciais profundos, mas não podem viver a vida por ninguém).

14. A morte não muda ninguém, só joga a consciência definitivamente para fora do corpo físico, do jeitinho dela mesma, com todas as suas qualidades e defeitos.

(Não, não é a morte que muda a consciência. É a vida. E quem já descobriu isso, não espera a morte chegar para pensar, pois valoriza o tempo de seu viver para aprender o que for possível).

15. A cor da pele dos corpos humanos pode ser amarela, negra, branca ou vermelha, mas, a raça do espírito é da luz.

(Qual seria o povo escolhido de Deus, senão, todos os seres vivos?).

16. Mais do que ocidental ou oriental, cada ser humano é filho das estrelas.

(Ninguém é estranho. Todo ser vivo é cidadão do universo!).

17. Dizem que “Deus escreve certo por linhas tortas”. Isso é verdade. Ele é muito criativo. Mas, bem que o próprio homem poderia escrever melhor nas páginas de sua vida…

(Também dizem por aí que, “pau que nasce torto, vive e morre torto”. Isso não é verdade. Uma das grandezas do homem é poder mudar as coisas e transcender os seus parâmetros limitados. Muitas pessoas mudam de vida e se erguem das cinzas de si mesmas, desentortando a própria consciência e melhorando suas jornadas de sua vida).

18. Amar não é só fantasiar, mas construir e realizar.

(Igual a uma plantinha, um relacionamento precisa ser regado com amor e atenção, senão, seca e morre).

19. Envelhecer não é um problema, faz parte do jogo de viver na Terra. É natural.

Porém, ver o tempo passar e somente ganhar rugas na cara, mas sem amadurecer, isso sim é encrenca!

(Há pessoas de idade com expressões joviais no rosto e cheias de vida e de interesse por coisas novas. Em contrapartida, há jovens com expressões envelhecidas e sem tesão de viver. Então, qual é a idade real de alguém? Aquela que se conta no corpo? Ou aquela outra, bem mais linda, que não se conta nas rugas ou nos cabelos brancos, mas no interesse pela vida e no sorriso franco, como a aurora iluminando a cara?

Ah, tem tanta gente de idade que parece criança arteira e, por isso, não parecem ter idade alguma, a não ser aquela que sua consciência feliz diz.

E tem tanta gente, supostamente jovem, mais parecendo “fim de feira”, chupados e jogados de lado, sem sonhos e sem vida, só ganhando rugas e sem aurora na cara.

Quem é o velho? Quem é o novo?

Ou, melhor dizendo, quem tem brilho na cara?).

20. A melhor fogueira é a do discernimento, que queima as tolices de dentro do próprio coração.

(Talvez, por isso, Jesus tenha ensinado o seguinte: “De que vale a uma pessoa ganhar o mundo, se ela perder sua alma?”).

21. Séculos antes de Buda e Jesus, Krishna já ensinava que o espírito é eterno, não nasce e nem morre, só entra e sai dos corpos perecíveis. Ele dizia para Arjuna, o seu discípulo-arqueiro: “O espírito é imperecível! O fogo não pode queimá-lo; a água não pode molhá-lo; e que arma feita pelo homem poderia destruir o princípio imperecível, que veio da Luz do Infinito?”

(Será por isso que, toda vez que passo em frente a um cemitério e olho os grandes mausoléus, começo a rir e a lembrar-me de Krishna tocando sua flauta, namorando as gopis e dizendo para Arjuna, o seu discípulo-arqueiro?: “O espírito é imperecível! O fogo não pode queimá-lo; a água não pode molhá-lo; e que arma feita pelo homem poderia destruir o princípio imperecível, que veio da Luz do Infinito?”

22. A missão de todo homem é uma só: viver! E, se puder, fazer o melhor possível.

(Talvez, por isso, o grande sábio chinês Lao-Tzé ensinou o seguinte: “O sábio pode até andar vestido em andrajos, mas ele carrega uma jóia dentro do seu coração”).

P.S.: Escrevi esses toques conscienciais de forma despretensiosa e informal, de improviso mesmo, enquanto preparava o material de um curso aqui em casa. Fui escrevendo… E deu nisso!

Oxalá, os leitores possam peneirar algo bom nessas ponderações conscienciais.

E eu desejo que a cara de cada um vire sol, na aurora de um sorriso…

E que um Grande Amor possa preencher seus corações…

Compreensão e discernimento.

Amor e alegria.

Energias lindas na jornada.

Paz e Luz.

Wagner Borges*

* Pesquisador espiritualista, projetor extrafísico, conferencista, consultor da Revista UFO e colaborador de várias outras revistas como, Sexto Sentido, Espiritismo e Ciência, Revista Cristã de Espiritismo, e também dos seguintes jornais: Jornal Samadhi e Jornal O Legado e dirige o IPPB – (www.ippb.org.br)

Cuide de você!

29 jul

felicidadePara ler ouvindo Lisa Guerrard, música “Now we are free”:

 http://www.youtube.com/watch?v=zwuhSIQBVwI&feature=related

Não importa no que você trabalha, quanto você tem na sua conta do banco, onde você mora ou a sua aparência. Sendo um ser humano falho, imperfeito, cheio de defeitos, tem seus sofrimentos e angústias, medos e carências, como todo mundo! Se está vivo, encontra dificuldades como qualquer um, acredite! Todo mundo se compara aos outros, vez ou outra, ou faz uma certa competição, quer se sentir bem para seu próprio ego!

Tudo bem querer se sentir satisfeito, feliz consigo própro, contudo, nem sempre se consegue essa satisfação e essa felicidade, e a pergunta é: você enxerga o caminho por onde vai? O que você tem feito por você mesmo?

Daí me vem uma pergunta mais específica: o que você tem feito por você mesmo DE VERDADE?

A gente trabalha demais e reclama, a gente come demais e reclama, vive a rotina acelerada, dirige pensando o que fazer para sair desse trânsito, ou que vai chegar atrasado, ou quantas contas ainda tem a pagar, e se não esqueceu o celular em casa. Reclama do namorado, do pai, da mãe, do computador lento, do cachorro que não aprende a fazer xixi no lugar certo, do ônibus que atrasa e a fila do banco. Fala demais dos outros, fala, fala, fala! Sente sono, fome e mal consegue ter uma refeição decente. Tudo corre no botão automático! Então você uma hora, ou estoura, ou sente um grande vazio, fica desmotivado e desorientado, até doente!

Peraí! Em tempos como estes, em que existe um superestímulo a ser alguém “de sucesso”, a gente vive pressionado mesmo.  Mas o fato é que a gente se deixa pressionar, isso sim! E por quê?

Porque a gente espera reconhecimento dos OUTROS. A gente sempre quer aprovação alheia para tudo: o corte de cabelo,  a roupa que vestimos, o que compramos e quando decidimos casar, mudar ou viajar para outro lugar, ou ainda o emprego ou se deve terminar o relacionamento.

Sim! Fomos feitos para viver em grupo, nos ajudarmos constantemente, pois precisamos um dos outros, mas não para tudo! Somos seres individuais!!!!

Então…. acordando pra realidade…. faça coisas de que você gosta! E respeite-se acima de tudo, senão você passa a vida frustrado, amargurado e vira um chato que só reclama!

Não tenha medo de mudar de emprego se o atual te faz infeliz ou de começar um relacionamento…  ou de dizer que ama alguém! Seja feliz como pode! Não dá para se ter tudo como se imagina (leia-se idealiza). Então, agradeça o que já possui e corre atrás do resto, diferenciando o que é possível daquilo que é ilusão!

A gente precisa ser feliz com a gente mesmo, com o que somos! E ficar bem quando a situação é adversa, porque é fácil estar bem quando tudo te agrada!

1532859316_f9a0a50fc7Aprenda a gostar mais de você, a olhar para você de verdade, conheça a si mesmo! Só assim, você há de conseguir fazer as escolhas certas. 

E tudo começa com as coisas mais singelas. Faça um curso novo, aprenda um novo idioma, mas não porque ajuda o currículo, pelo amor de Deus, mas sim porque isto te deixa feliz! Vai estudar pintura, faça yoga, coma melhor, faça terapia, reze, medite, pratique exercícios, durma mais, acorde mais cedo, visite um orfanato ou um asilo.

Doe o seu amor, abrace mais as pessoas, chore quando quiser, diga “não” quando tiver vontade, sei lá, seja LIVRE ACIMA DE TUDO, para escolher, para REALIZAR o que sua mente e coração te pedem. Com a consciência limpa, não há o que temer. Não fique arrumando desculpas!

Lembre-se de Deus (ou o que você concebe como Deus) e que tudo tem uma razão, afinal, você está aí Vivinho da Silva para fazer algo.

Acima de tudo, não brinque com a vida alheia e não julgue. Não passe por cima de ninguém, seja quem for, seja lá o que façam.  A vida faz os papéis se inverterem, uma hora ou outra, portanto, saiba o que você está semeando.

Nós não temos todas as respostas para tudo…. e daí? Se começar a ter mais consciência de quem é, já ajuda. Se lembrar que existe um universo em volta de nós e não olhar só para o próprio umbigo também!

E eu me incluo nessa, afinal, sou mais um grãozinho de areia, oras!  bem-estar1