Tag Archives: recomendo

Viva o bom humor!

16 jul

Aproveitando o clima de sexta feira……. Viva o humor!!!!!!!!!

Viva todo aquele que tem o bom humor como filosofia de vida. Aquele que ri de tudo, que não leva a vida tão a sério!!!!

Viva todo artista do humor que tem talento, sensacional inteligência e perspicácia para nos fazer ter momentos de plena leveza e alegria….. porque rir ainda é o melhor remédio, ahahahah!

A seguir três vídeos que eu adoro. Os dois primeiros são do ator Marcelo Médici e formavam a peça “Cada um com seus Pobrema” que ele encenou por anos e que assisti ano passado no Teatro Frei Caneca – São Paulo – SP.

E o outro do ator Marcius Melhem na peça que ele fazia com seu colega e amigo, o ator Leandro Hassum.

Beijos e boas risadas!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Bom fim de semana!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! 🙂

Quem é você?!

2 jun

Adoro, recomendo!

Você – Chicas

Composição: Chicas

Você desfoca, sai do tom
Se perde e não vê
Que a confusão começa dentro de você
Disfarça, acha graça, desmonta e sorri
Não aguenta o peso
dessa máscara que esconde você

Carrega o mundo e não vê que ser
Feliz é viver o presente e deixar fluir
O que sente e não se importar
Com que os outros pensam que você é

Quem é você?

Você que é tão sensata, tão cheia de si
Sempre fazendo festa e se sentindo tão só
Você que sempre agrada e sem perceber
Insiste em seguir um caminho
Que não é você

Carrega o mundo e não vê que ser
Feliz é viver o presente e deixar fluir
O que sente e não se importar
Com que os outros pensam que você é

Quem é você?

Sai do quarto, passa da porta e vai
Deixa o mundo ver…
Sai do quarto, passa da porta e vai
Quem sabe você…

Entrega pro mundo e vê que ser
Feliz é viver o presente e deixar fluir
O que sente e não se importar
Com que os outros pensam que você é

Quem é você?!

Às sextas feiras!

12 nov

Estava olhando alguns blogs amigos e me deparei com o post recentemente colocado no DESCOBRINDO A CIDADE:  http://descobrindoacidade.blogspot.com/2009/11/jazz-na-boemia-vila-madalena.html da Dani Krause e Dani Diniz que fala sobre o MADELEINE.

Lugar agradável na Vila Madalena! Eu já o conhecia e por um motivo mais que especial: meu irmão toca lá às sextas feiras, com sua banda GROOFBOOGALOO.

Além da música que é excelente, e posso dizer que não sou suspeita para falar isso, hehehe,  pois um blog de peso como das Danis, também se refere à música dessa forma, o cardápio é simplesmente maravilhoso!!!!!! (meu marido comeu a polenta mole e eu comi surpresa de franco com curry).

Fechar a semana ouvindo música agradável, num ambiente gostoso, comida boa e na companhia de amigos só pode ser SENSACIONAL!

Um brinde às sextas feiras!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

*****************************************************************************************************

GROOFBOOGALOO: ouça no blog do meu irmão Edu, SOLFEJANDO IDÉIAS: http://edusatta.blogspot.com/ ou acesse http://www.myspace.com/groofboogaloo

MADELEINE no www.baressp.com.br

Rua Aspicuelta, 201 – Vila Madalena – São Paulo – SP
Telefone: (11) 2936-0616
Horário: 19h30 até o último cliente; Shows: de terça a quinta-feira às 21h; sexta e sábado às 22h; domingo às 20h30

Vila Madalena ganha um reforço em sua vocação de bairro boêmio com a abertura do Madeleine. Comandado pelos sócios do grupo Ásia 70, Luiz Segre, Luiz Bessa, Eduardo Ferreira e pelo publicitário e músico André Guilger, o bar traz em sua proposta um cardápio que privilegia o preparo de pratos e petiscos no forno à lenha, bem como uma programação musical selecionada, bastante focada no jazz.

Sobre o cardápio

Leveza e frescor – A gastronomia do Madeleine prioriza receitas leves, delicadas e com muito sabor, preparadas no forno à lenha e criadas pela chef consultora Ana Soares. Quem comanda os fornos é o chef Joel Morais, que por dez anos esteve a cargo da cozinha do restaurante Charlô, nos Jardins.

O menu surpreende ao transformar petiscos de bar em opções mais saudáveis, como o tomate de rama confitado (servido com pão de azeite, burrata e salumeria) e o crôute (filé encapado com patê de foie, champignons e camembert).

As pizzas, chamadas aqui de “pizza-bistrô”, são versões exclusivas do Madeleine para as tradicionais redondas, e vêm servidas em formato oval. Todas as massas possuem diferentes sabores, como massa de vinho-tinto, massa de tinta de lula e massa de pimenta e erva-doce, sendo apresentadas finas, delicadas e aromatizadas, com bordas coloridas e harmonizadas com recheios deliciosamente originais.

Ambiente

Com projeto arquitetônico assinado por Luiz Bessa, a casa antiga de tijolos, instalada numa área tranquila no começo da rua Aspicuelta, foi remodelada mantendo-se o uso de material de demolição. A decoração traz peças como os dois pôsteres originais e autografados do New Orleans Jazz Festival e fotografias tiradas pelos sócios em New Orleans.

Os móveis trazem a assinatura da Artmorfose – a forma da arte. Toda a casa é ambientada com os móveis artesanais e exclusivos da Artmorfose, em perfeita sintonia com o espaço pois são inteiramente confeccionados com materiais de demolição. Inspirado no Brasil colonial e também no design europeu, o mobiliário apresenta uma mistura de madeira nobre, tijolos e ferro antigos, dando às mesas, bancos, banquetas, cadeiras, aparadores e armários,um toque especial.Algumas peças apresentam, ainda, a pintura em policromia barroca. Os móveis estarão à venda aos freqüentadores do Madeleine e também podem ser manufaturados sob medida.

A acústica do bar foi moldada pelo músico Gerson Tatini, responsável pela área técnica no dia a dia das apresentações. Entre a programação fixa destaque para o músico Daniel Daibem às quintas-feiras, conhecido por apresentar um programa na Rádio Eldorado FM, de São Paulo, chamado Sala dos Professores.

Na parte externa, uma praça rebaixada forma o lounge de entrada junto a uma charmosa jabuticabeira. De lá, avista-se o salão principal que possui um grande bar, um mezanino e o palco na frente.

Uma surpresa aparece mais adiante, um aconchegante terraço, estilo “belvedere”, com vista para a Vila Madalena. O charmoso lugar ainda apresenta uma lareira com tijolos para aquecer os clientes que estiverem curtindo a paisagem.

O mais inesperado ainda aguarda os clientes no meio da escada do salão principal. Uma adega foi construída para abrigar os vinhos, que podem ser provados em degustações e no cardápio diário da casa.

 *****************************************************************************************************

Meu macarrão italiano!

8 nov

Vamos começar a semana falando de uma das melhores coisas da vida? Comer!!!

Todo mundo tem uma receitinha predileta, daquelas que são fáceis de fazer e que sempre agradam as visitas!

Ela é meu coringa. Faz o maior sucesso e agora vou dividir com vocês. É um macarrão delicioso que aprendi com minha querida mãe.

Simples, prático e todo mundo repete o prato. Coloquei o nome de macarrão italiano. Pode ser um pleonasmo, mas não vejo um nome melhor para ele. Bom, voltando ao que interessa…. à receita. Aproveite:

Molho:

Use de 8 a 10 tomates italianos. Descasque-os. Corte-os em pedaços pequenos. Refogue cebola, alho, um pouco de salsa, ou o tempero que mais gostar. Pode colocar um galhinho de manjericão ou uma folha de louro.

Vá acrescentando os tomates aos poucos. Mexendo devagar, deixando que ele refogue em fogo médio. Depois dos tomates, acrescente pedacinhos de azeitonas verdes bem picadinhos. Passe para o fogo baixo. Deixe refogar por mais vinte minutos ou até o ponto de sua preferência.

Em seguida, coloque dois dedos de água – pouco mesmo –  e deixe secar mais um pouco.

Acrescente sal e três pitadas de açúcar.  O molho deve ficar bem encorpado, não pode ficar líquido, senão perde a sua graça.

Está pronto!

Massa:

Eu compro a massa tagliatelle da marca Colavita.

Coloque a massa na água fervente, com sal e óleo. Mexa de vez em quando. Quando estiver ao dente, desligue, escorra o macarrão e coloque num pirex.

Minha família adora! E o mérito é da minha mãe, aprendi com ela.

Sirva bem quente! E, mama mia, como é bommmmmm! Acompanhado de vinho tinto é ainda melhor!

Sugestão:  caso queira incrementar o molho um pouco mais, só para variar a receita, você pode colocar pedaços pequenos de queijo gorgonzola e acrescentar dois dedos de leite (pouquinho mesmo) e veja o sal. Outro dia fiz essa variação e meu marido amou!

Então, está aí! Fotinho com o resultado, hehehe, para aguçar os sentidos! Bom apetite!

PS> quem quiser, me conte como ficou a receita que passei e me passe alguma que mais gosta!

A Cabana

29 set

livros4Estava de férias, saí 15 dias para descansar! Fui com meu marido para a praia, passamos lá a última semana! E choveu, e ventou demais…. mas tbm fez sol, e vimos aquele por do sol maravilhoso no mar! 

Levei o livro “A Cabana” de Willian P. Young para ler e com os dias chuvosos terminei em poucos dias!

Adorei e recomendo!

Uma leitura intensa, mexe com as nossas emoções, nossa expectativa cresce, nos traz algumas reflexões importantes e essenciais para a vida e o sentido de viver, sobre se relacionar com Deus! Uma abordagem diferenciada, impactante, inovadora!

Leia, se dê esse presente!

Um bjo gde!

Mini roteiro de Roma

10 set

Estava vendo uma amiga de blog se preparando para ir à Itália e lembrei que enviei este ano um roteiro por duas vezes para amigos meus que foram para lá!

Este roteiro são indicações e referências de ROMA. Viagem maravilhosa.

Conheci também Firenze, mas o foco foi Roma, então, para quem quiser saber alguma coisa, se tem dúvida quanto a ir para lá ou outro lugar, aproveite, pois a Itália em si é mesmo SENSACIONAL!

Roma
é a cidade capital da Itália e sede da comuna e da província com o mesmo nome, na região do Lácio. Conhecida internacionalmente como A Cidade Eterna pela sua história milenar, Roma espalha-se pelas margens rio Tibre, compreendendo o seu centro histórico com as suas sete colinas: Palatino, Aventino, Campidoglio, Quirinale, Viminale, Esquilino, e Celio. Segundo o mito romano, a cidade foi fundada a cerca de 753 a.C. (data convencionada) por Rómulo e Remo, dois irmãos criados por uma loba, que são atualmente símbolos da cidade. Desde então tornou-se no centro da Roma Antiga (Reino de Roma, República Romana, Império Romano) e, mais tarde, dos Estados Pontifícios, Reino de Itália e, por fim, da República Italiana.
No interior da cidade encontra-se o estado do Vaticano, residência do Papa. É uma das
cidades com maior importância na História mundial, sendo um dos símbolos da civilização europeia. Conserva inúmeras ruínas e monumentos na parte antiga da cidade, especialmente da época do Império Romano, e do Renascimento, o movimento cultural que nasceu na Itália.
A área metropolitana tem cerca de 2.546.804 habitantes (2001), e estende-se por uma
área de 1.285 km², tendo uma densidade populacional de 1.981 hab/km², o que a torna a maior cidade da Itália e também na capital europeia de maiores dimensões.
 
Não deixe de ver:
-Basílica de São Pedro (Vaticano – não pode deixar de ver) Tudo que você estudou, você vai ver lá…. a Pietá, a estátua de Pedro, o papa Urbano todo embalsamado, hehehe, etc!
-Igreja de San Pietro in Vincoli (tem o Moisés de Michelangelo) Maravilhoso!
-Basílica de São Paulo Fora dos Muros (particulamente estava fora do nosso roteiro, mas fui com meus pais, é maravilhosa, e nós gostamos e admiramos muito a história de Paulo de Tarso)
-Basílica di Santa Maria Maggiore – Saindo da estação Termini, pela Via Cavour, passe pela Via Giovanni, ande mais três quadras e está na igreja.
-Piazza Navona (vai lá ver a Embaixada do Brasil, comer alguma coisa e ainda fazer uma caricatura, é bem animada, toca música e à noite é bem legal, só cuidado com uns ciganos que às vezes vem se meter à besta, rs). Tem bons lugares pra comer ali, tomar um café, etc.
-Piazza di Spagna (ja´do lado da Via Condotti) Um monte de gente jovem tbm, lotada!
-Piazza Venezia – onde tem o maior monumento de Roma… (Vitorio Emanuelle 2º – o bolo de noiva, rs)
-Via Condotti (rua chiquérrima de Roma, com muitas lojas pra se ver e se der, rs, gastar um pouco. Tem coisa cara. A gente acabou indo a um OUTLET nos arredores de Roma para comprar roupa por preço melhor. Valeu muito a pena! Lojas ótimas, grifes, por um preço bem menor!
A gente foi nesse aqui: OUTLET:
http://www.mcarthurglen.it/castelromano/home/home.php?lang=en
-Phanteon
-Vaticano (Museu, Capela Sistina, Praça São Pedro)
-Forum Romano
-Circo Massimo
-Therme di Caracalla
-Palatino
-Arco di Constantino
-Piazza Del Popolo

Roma a pé

Roma a pé

-Via Veneto: onde eu fiquei hospedada, tem vários cafés, barzinhos…. pra tomar um vinho, comer uma pizza, andar simplesmente, ou bater papo à noite! Às vezes, a gente saía do hotel só pra ficar andando na Via Veneto, a gente andava até o muro e voltava, rs, batendo papo.
-Fontana di Trevi (comprei uns moletons lindos numa lojinha em frente) Joga uma moedinha na Fonte de costas pra ela….. é tradição e significa que você voltará pra Roma…. 🙂
-Coliseo
-Via Appia Antica (onde Paulo de Tarso peregrinou)
A gente tbm foi às catacumbas onde enterravam os cristãos que foram perseguidos pelo império romano. Ps> Informação da internet: Pegue o ônibus 218 na Piazza di Porta San Giovanni e vá até a Via Appia Antica. Foram usadas como sepulturas pelos cristãos entre os séculos 1 e 4. Existem várias em Roma, a maioria localizada na famosa Via Appia Antica (a primeira estrada pavimentada da história), uma quase do lado da outra.
Comida:
 
A gente tomava café da manhã no hotel e comia fora almoço e jantar!
Se gostar de pimenta, peça qualquer coisa all’arrabbiatta.
Ah e tome sorvete em Roma, é tudo de bom!!!!
 
Melhor: Canavota (Piazza San Giovanni Laterano, perto da catedral São João de Latrão) cantina italiana, maravilhosa, comida boa, delícia!
-Restaurante Santa Lucia (é perto da Piazza Navona) Ótimo atendimento.
-Restaurante Da Ivo a Travestere. Via de San Francesco a Ripa, 158.
-Alfredo (famosíssimo, mas prefiro o Canavota em relação à comida, rs) Vale a pena conhecer pela sua fama, o prato típico é o fettuccine alfredo. .Piazza Augusto Imperatore,30
Restaurante Camponechi Piazza Farnese
Gorjetas:

A maioria dos restaurantes cobra o coperto, que é uma taxa de serviço que varia entre €0,50 a €3, de acordo com o valor da conta, é claro. Alguns garçons, ainda mais ao saberem que você é brasileiro, viram tão “amigos” que é quase impossível sair sem deixar um troco a mais.

Reciclagem do óleo de cozinha!

24 ago

Um dos maiores inimigos da natureza é o óleo que a gente usa na cozinha, principalmente para frituras.oleonapia

O óleo de cozinha é altamente prejudicial ao meio ambiente e quando jogado na pia (rede de esgoto) causa entupimentos, havendo a necessidade do uso de produtos químicos tóxicos para a solução do problema.
Muitos bares, restaurantes, hotéis e residências ainda têm jogado o óleo utilizado na cozinha na rede de esgoto, desconhecendo os prejuízos que isso causa.

Jogar o óleo na pia, em terrenos baldios ou no lixo acarreta três fins desastrosos a esse óleo:

  • permanece retido no encanamento, causando entupimento das tubulações se não for separado por uma estação de tratamento e saneamento básico;
  • se não houver um sistema de tratamento de esgoto, acaba se espalhando na superfície dos rios e das represas, causando danos à fauna aquática;
  • fica no solo, impermeabilizando-o e contribuindo com enchentes, ou entra em decomposição, soltando gás metano durante esse processo, causando mau cheiro, além de agravar o efeito estufa.

Não jogar óleo em fontes de água, na rede de esgoto ou no solo é uma questão de cidadania e por isso deve ser incentivada.  (Fonte: http://ambiente.hsw.uol.com.br/reciclagem-oleo-cozinha1.htm)

A gente tem sim aquela coisa de ir acumulando o bendito óleo usado, já cheguei a jogar um pouco pela pia, mas, graças a Deus, aprendi a não fazer mais esse tipo de coisa. Nada melhor que a boa informação!

ecooleo

Deparei-me um dia com um folheto colocado no elevador do meu (ex) prédio em que explicava como deveríamos guardar o óleo usado e colocá-lo num recipiente que fora disponibilizado no condomínio para todos.

Trata-se de uma ONG que trabalha reciclando o óleo, não é uma maravilha?

É a Ong TREVO que faz esse tipo de reciclagem, em parceria com a  Sabesp www.sabesp.com.br  e a Samorcc. http://www.samorcc.org.br/ . Achei a iniciativa extraordinária!

——————-> Acesse: http://www.trevo.org.br/home.asp 

Você pode solicitar uma bombona para seu prédio ou para sua empresa e só paga R$ 30,00 – único pagamento, (transporte e coleta do material) o que acho muito justo.

Se você não quiser solicitar uma bombona de coleta, guarde o óleo usado em recipientes e vá a um posto de coleta. 

Há locais de coleta espalhados pela cidade (São Paulo). No site você encontra os endereços. I-467-0250

Vou solicitar uma bombona lá para meu prédio no Centro, onde moro depois de casada.

Faça você também a sua parte! Colabore com o meio ambiente, colabore com as boas iniciativas!

Cuide! Divulgue!402