Tag Archives: receita

Meu macarrão italiano!

8 nov

Vamos começar a semana falando de uma das melhores coisas da vida? Comer!!!

Todo mundo tem uma receitinha predileta, daquelas que são fáceis de fazer e que sempre agradam as visitas!

Ela é meu coringa. Faz o maior sucesso e agora vou dividir com vocês. É um macarrão delicioso que aprendi com minha querida mãe.

Simples, prático e todo mundo repete o prato. Coloquei o nome de macarrão italiano. Pode ser um pleonasmo, mas não vejo um nome melhor para ele. Bom, voltando ao que interessa…. à receita. Aproveite:

Molho:

Use de 8 a 10 tomates italianos. Descasque-os. Corte-os em pedaços pequenos. Refogue cebola, alho, um pouco de salsa, ou o tempero que mais gostar. Pode colocar um galhinho de manjericão ou uma folha de louro.

Vá acrescentando os tomates aos poucos. Mexendo devagar, deixando que ele refogue em fogo médio. Depois dos tomates, acrescente pedacinhos de azeitonas verdes bem picadinhos. Passe para o fogo baixo. Deixe refogar por mais vinte minutos ou até o ponto de sua preferência.

Em seguida, coloque dois dedos de água – pouco mesmo –  e deixe secar mais um pouco.

Acrescente sal e três pitadas de açúcar.  O molho deve ficar bem encorpado, não pode ficar líquido, senão perde a sua graça.

Está pronto!

Massa:

Eu compro a massa tagliatelle da marca Colavita.

Coloque a massa na água fervente, com sal e óleo. Mexa de vez em quando. Quando estiver ao dente, desligue, escorra o macarrão e coloque num pirex.

Minha família adora! E o mérito é da minha mãe, aprendi com ela.

Sirva bem quente! E, mama mia, como é bommmmmm! Acompanhado de vinho tinto é ainda melhor!

Sugestão:  caso queira incrementar o molho um pouco mais, só para variar a receita, você pode colocar pedaços pequenos de queijo gorgonzola e acrescentar dois dedos de leite (pouquinho mesmo) e veja o sal. Outro dia fiz essa variação e meu marido amou!

Então, está aí! Fotinho com o resultado, hehehe, para aguçar os sentidos! Bom apetite!

PS> quem quiser, me conte como ficou a receita que passei e me passe alguma que mais gosta!

Receita contra o egoísmo

28 out

luz
 
Procure esquecer o lado escuro da personalidade do próximo.
Aprenda a ouvir com calma os longos apontamentos do seu irmão, sem o impulso de interromper-lhe a palavra.
Olvide a ilusão de que seus parentes são as melhores pessoas do mundo e de que a sua casa deve merecer privilégios especiais.
Não dispute a paternidade das idéias proveitosas, ainda mesmo que hajam atravessado seu pensamento, de vez que a autoria de todos os serviços de  elevação pertence, em seus alicerces, a Jesus nosso Mestre e Senhor.
Não cultive referências à sua própria pessoa, para que a vaidade não faça ninho em seu coração.
Escute com serenidade e silêncio as observações ásperas ou amargas dos seus superiores hierárquicos, e auxilie, com calma e bondade, os companheiros ou subalternos, quando estiverem tocados pela nuvem da perturbação.
Receba com carinho as pessoas neurastênicas ou desarvoradas, vacinando o seu fígado e sua cabeça contra a intemperança mental.
Abandone toda espécie de crítica, compreendendo que você poderia estar no banco da reprovação.
Habitue-se a respeitar as criaturas que adotem pontos de vista diferentes dos seus e que elegeram um gênero de felicidade diversa da sua, para viverem na Terra com o necessário equilíbrio.
Use a caridade em sua própria casa, ajudando em primeiro lugar os seus próprios familiares através do rigoroso desempenho de suas obrigações para que você esteja realmente habilitado a servir ao Mundo e à Humanidade, hoje 
e sempre.

(André Luiz)

Texto de André Luiz,  psicogografado por Chico Xavier.