Tag Archives: fé

Toques conscienciais

10 nov

Recebi esse texto por email e preciso mostrar para vocês! Vem na toada do meu post anterior, com um pouco mais de conceitos espíritas/espiritualistas! Abra a mente!                                      

Vinte e dois toques conscienciais

 

(Ponderações Espiritualistas, Simples e Despretensiosas)

1. Tudo tem um duplo!

(A energia é a base de todas as coisas).

2. Emoções estagnadas bloqueiam a circulação sadia das energias.

(Má resolução afetiva = Bloqueios energéticos e Chacra cardíaco esmaecido).

3. As energias seguem os pensamentos.

(Cada um é o que pensa!)

4. Se a mágoa prende as energias, o oposto também é verdadeiro; o perdão libera as energias e faz o coração virar um sol.

(A compreensão enche a aura de luz).

5. Fios energéticos interligam as pessoas. Às vezes, espíritos densos se agarram nesses fios e interagem com as energias, conectando-se psiquicamente com aqueles que estão interligados. Muitas vezes, através dos acoplamentos áuricos negativos entre pessoas, espíritos densos interligam-se a elas e fazem um verdadeiro trampolim energético, pulando de uma para outra. O objetivo desse pessoal pesado é sempre o vampirismo psíquico e o rebaixamento espiritual de todos.

(Por isso o sábio Jesus ensinava que é preciso “orar e vigiar!”).

6. De que adianta uma vestimenta luxuosa, se, por dentro, o coração está miserável?

(A verdadeira roupa do Ser é sua aura, que reflete bem o que cada um pensa, sente e quer da vida e dos outros. Por isso, é essencial encher a aura de luz, diariamente, e lembrar-se da própria natureza espiritual).

7. Da mesma forma que é necessária e vital a higiene diária do corpo físico, assim também é em relação aos corpos sutis.

(Preces, meditações, mantras, contatos com a natureza, e estudos e práticas espirituais sadias renovam as energias dos corpos sutis e tornam a aura numa verdadeira “vestimenta de luz”).

8. Espíritos assediadores não ligam a mínima para a formação acadêmica de ninguém. Eles entram nas energias das pessoas por sintonia com o que elas pensam, sentem e fazem na vida. Não lhes interessa o diploma ou a cultura da vítima de seu vampirismo, pois, sempre procuram nela o clima psíquico interno adequado para suas atividades nefandas.

(Esse é um paradoxo curioso: espíritos infelizes, sem formação alguma, conseguem infligir grandes danos psíquicos em técnicos e doutores de várias áreas humanas, simplesmente explorando neles o mais básico: suas emoções mal-resolvidas e seus pensamentos estranhos).

10. Outros paradoxos estranhos: médiuns com medo de espíritos desencarnados; iogues que trabalham com práticas respiratórias, mas que são escravos do fumo; doutrinadores de sessões de desobsessão, que, sequer doutrinaram a si mesmos e jamais fazem o que dizem aos espíritos, principalmente perdoar a alguém; passistas, curadores prânicos e reikianos andando no mundo com os chacras das mãos apagados; projetores extrafisicos com medo das saídas do corpo; e espiritualistas variados que sempre falam de vida após a morte, mas não deixam de chorar e visitar tumbas no cemitério no dia de finados.

(E, mais um paradoxo, que nunca consegui entender: estudantes espirituais, de várias linhas, que estudam sobre carma e reencarnação, mas ainda padecem da doença do racismo e do preconceito em seus corações).

11. Ninguém é dono da verdade, mas tem gente que acha que sabe tudo!

E isso só revela o seguinte: dentro da magnitude da vida, em todos os níveis, planos e dimensões, quanto mais se estuda, mais dúvidas aparecem, pois se percebe, claramente, que o que se sabe é bem pouco diante do infinito. Logo, quem estuda a sério e com discernimento das coisas, descobre o óbvio: nunca saberá o bastante, nem em mil vidas…

Em contrapartida, pode descobrir a si mesmo e admirar-se com a grandeza da vida, e isso é mais importante do que os segredos do universo.

(Conhecer a si mesmo é o grande desafio do ser humano).

12. Alguém pode comprar o amor verdadeiro de outro? E que coisa da Terra poderá preencher o vazio existencial do coração?

(Nem bebida ou drogas são capazes de dar o que o próprio coração não descobriu: a arte de ser feliz).

13. Nenhum ser no universo pode dar discernimento a outro. Isso é tarefa íntima e intransferível. É fruto da própria experiência de ousar raciocinar e se erguer para além dos limites sensoriais e dos convencionalismos humanos. Não há nenhuma técnica de despertar da consciência que seja baseada na preguiça e no comodismo.

(Seres de luz podem dar toques conscienciais profundos, mas não podem viver a vida por ninguém).

14. A morte não muda ninguém, só joga a consciência definitivamente para fora do corpo físico, do jeitinho dela mesma, com todas as suas qualidades e defeitos.

(Não, não é a morte que muda a consciência. É a vida. E quem já descobriu isso, não espera a morte chegar para pensar, pois valoriza o tempo de seu viver para aprender o que for possível).

15. A cor da pele dos corpos humanos pode ser amarela, negra, branca ou vermelha, mas, a raça do espírito é da luz.

(Qual seria o povo escolhido de Deus, senão, todos os seres vivos?).

16. Mais do que ocidental ou oriental, cada ser humano é filho das estrelas.

(Ninguém é estranho. Todo ser vivo é cidadão do universo!).

17. Dizem que “Deus escreve certo por linhas tortas”. Isso é verdade. Ele é muito criativo. Mas, bem que o próprio homem poderia escrever melhor nas páginas de sua vida…

(Também dizem por aí que, “pau que nasce torto, vive e morre torto”. Isso não é verdade. Uma das grandezas do homem é poder mudar as coisas e transcender os seus parâmetros limitados. Muitas pessoas mudam de vida e se erguem das cinzas de si mesmas, desentortando a própria consciência e melhorando suas jornadas de sua vida).

18. Amar não é só fantasiar, mas construir e realizar.

(Igual a uma plantinha, um relacionamento precisa ser regado com amor e atenção, senão, seca e morre).

19. Envelhecer não é um problema, faz parte do jogo de viver na Terra. É natural.

Porém, ver o tempo passar e somente ganhar rugas na cara, mas sem amadurecer, isso sim é encrenca!

(Há pessoas de idade com expressões joviais no rosto e cheias de vida e de interesse por coisas novas. Em contrapartida, há jovens com expressões envelhecidas e sem tesão de viver. Então, qual é a idade real de alguém? Aquela que se conta no corpo? Ou aquela outra, bem mais linda, que não se conta nas rugas ou nos cabelos brancos, mas no interesse pela vida e no sorriso franco, como a aurora iluminando a cara?

Ah, tem tanta gente de idade que parece criança arteira e, por isso, não parecem ter idade alguma, a não ser aquela que sua consciência feliz diz.

E tem tanta gente, supostamente jovem, mais parecendo “fim de feira”, chupados e jogados de lado, sem sonhos e sem vida, só ganhando rugas e sem aurora na cara.

Quem é o velho? Quem é o novo?

Ou, melhor dizendo, quem tem brilho na cara?).

20. A melhor fogueira é a do discernimento, que queima as tolices de dentro do próprio coração.

(Talvez, por isso, Jesus tenha ensinado o seguinte: “De que vale a uma pessoa ganhar o mundo, se ela perder sua alma?”).

21. Séculos antes de Buda e Jesus, Krishna já ensinava que o espírito é eterno, não nasce e nem morre, só entra e sai dos corpos perecíveis. Ele dizia para Arjuna, o seu discípulo-arqueiro: “O espírito é imperecível! O fogo não pode queimá-lo; a água não pode molhá-lo; e que arma feita pelo homem poderia destruir o princípio imperecível, que veio da Luz do Infinito?”

(Será por isso que, toda vez que passo em frente a um cemitério e olho os grandes mausoléus, começo a rir e a lembrar-me de Krishna tocando sua flauta, namorando as gopis e dizendo para Arjuna, o seu discípulo-arqueiro?: “O espírito é imperecível! O fogo não pode queimá-lo; a água não pode molhá-lo; e que arma feita pelo homem poderia destruir o princípio imperecível, que veio da Luz do Infinito?”

22. A missão de todo homem é uma só: viver! E, se puder, fazer o melhor possível.

(Talvez, por isso, o grande sábio chinês Lao-Tzé ensinou o seguinte: “O sábio pode até andar vestido em andrajos, mas ele carrega uma jóia dentro do seu coração”).

P.S.: Escrevi esses toques conscienciais de forma despretensiosa e informal, de improviso mesmo, enquanto preparava o material de um curso aqui em casa. Fui escrevendo… E deu nisso!

Oxalá, os leitores possam peneirar algo bom nessas ponderações conscienciais.

E eu desejo que a cara de cada um vire sol, na aurora de um sorriso…

E que um Grande Amor possa preencher seus corações…

Compreensão e discernimento.

Amor e alegria.

Energias lindas na jornada.

Paz e Luz.

Wagner Borges*

* Pesquisador espiritualista, projetor extrafísico, conferencista, consultor da Revista UFO e colaborador de várias outras revistas como, Sexto Sentido, Espiritismo e Ciência, Revista Cristã de Espiritismo, e também dos seguintes jornais: Jornal Samadhi e Jornal O Legado e dirige o IPPB – (www.ippb.org.br)

Acima de tudo, questão de fé!

7 ago

Para ler, ouvindo: Oliver Shanti “Shamboo Wokatonka” http://www.youtube.com/watch?v=839mDlOLqRE

A atividade mais importante que executo hoje em minha vida é trabalhar numa associação beneficente e espiritualista denominada Associação Beneficente Santa Joana D’Arc.

Símbolos da umbanda

Símbolos da umbanda

Temos um blog (veja nossa missão e alguns textos relacionados e psicografados) e uma comunidade no orkut:

http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=57507580

http://santajoanadarc.blogspot.com/

É uma entidade sem fins lucrativos que trabalha materialmente em prol de necessitados (moradores de rua, idosos, doentes, crianças…) bem como exerce atividades espiritualistas na linha de cura e de umbanda.

Umbanda? É sim, umbanda!

Muita gente tem preconceito, não pode nem ouvir falar e já torce o nariz, te olha com desconfiança, mas porque acha que sabe o que é a umbanda.  E cá entre nós? Não sabe não! A maioria não sabe mesmo!

Eu cresci numa casa espírita kardecista e eu mesma nunca imaginei que um dia ia trabalhar da forma como hoje trabalho em desenvolvimento mediúnico com manifestação de guias espirituais, embora tenha formado minha fé desde pouca idade, até porque cresci no meio espírita.

Para mim, foi um processo de mudança radical até…  e para todos aqueles frequentadores antigos do centro…. que já existe há mais de 50 anos, mas sendo o mentor espiritual nosso o mesmo de quando eu era criança e a determinação de praticar a umbanda veio dele, nunca duvidei dos propósitos concernentes à mudança em si. E conhecendo a medium que desenvolveu essas atividades e hoje é dirigente espiritual de nossa casa, sei o quanto é verdadeiro, acredito na missão, acredito no bem que fazemos e quanto ao mal, não nos deixamos levar por ele, lembrando que, para que isso aconteça, é necessário cuidado com a moral interior, ética, propósitos de doação real e de caridade. E principalmente, confiar no objetivo da casa e dos guias.

Sou feliz e tenho amor e fé pela minha casa! Estou ali por algo maior, fazer o bem aos outros, mas por mim principalmente porque acabo me encarando de frente muitas vezes, lidando com meu lado mesquinho, egoísta, egocêntrico, vaidoso, ciumento e competitivo. Acredito que posso vencer… faço o que posso, luto com todas as minhas  forças, acredito no melhor que existe em mim, tenho fé em mim (pelo menos tenho construído isso…) e em Deus e nos meus amigos espirituais. Recebo muito amor, proteção e orientação!
E se um dia cair, hei de levantar novamente e continuar. Eu sei que posso errar, quero aprender muito, errarei com certeza, porque faz parte do aprendizado. Mas ser humilde e admitir as falhas, repará-las quando possivel e seguir em frente.

Nada me dá mais alegria e satisfação do que exercer esse trabalho. Nem a minha profissão, nem qualquer outra coisa.

Nosso mestre Jesus que nos deixou um legado.

Nosso mestre Jesus que nos deixou um legado.

Mas a questão que quero mesmo ressaltar é a necessidade de se ter FÉ! Fé na vida, fé em si mesmo, fé em Deus, lembrar-se dos ensinamentos de Jesus, nosso maior mestre! E não importa os meios pelos quais você se utiliza para exercer sua fé, sua religiosidade. Todas as religiões têm seus aspectos relevantes e benéficos. O problema é quando uma quer se sobrepor à outra ou mostrar que é melhor, que é a única que salva.

Sem lavagem cerebral, por favor! O que salva a gente é a gente mesmo! Deus vive dentro de nosso coração, nos deu a vida, nos deu a existência, nos deu uma luz interior… então por que não olhamos mais para dentro? Por que não sermos mais gratos?

Eu também não concordo com umbandistas fanáticos e ritualistas ao extremo. Não importa o ritual! Isso é o de menos. O que importa são os frutos, os efeitos, os resultados! Um certo ritual até faz parte, mas ele ser o mais importante já aí é exagero.

E se você se sente bem indo a uma igreja, ótimo. Se prefere ir a um templo budista, ótimo também. Vá aonde quiser.

No meu caso, aprendi a amar a umbanda de verdade. Aprendi a enxergar sua beleza, sua simplicidade e sua luz. O culto aos orixás é bonito, mas orixá não é um ente personificado, é uma força da natureza vinda de Deus.

O Xangô não brigou com o Ogum por causa da Iansã, gente, isso são lendas oriundas dos cultos africanos e do Candomblé!

Para mim, a verdade, o mais lógico é que:  

Xangô = orixá da justiça divina, força da natureza são as pedras, minerais, o fogo. Atua equilibrando razão e emoção. São muitos espíritos que trabalham nessa força.

Ogum = orixá da lei, aplicador da lei divina, força da natureza é o ar. Atua sobre desequilíbrios emocionais e combatendo o mal. Muitas entidades também atuam nessa força.

Umbanda verdadeira não sacrifica animais! Não faz o mal! Não se sobrepõe às leis de Deus. Não faz trabalho! Entidade não precisa de oferenda. Quem faz isso, está distorcendo as coisas e muitas vezes acha que não está!

As entidades, cientes do trabalho que devem realizar junto de seus médiuns (ou cavalos), são detentoras de sabedoria e com sua luz trabalham em nome de Deus, Jesus e os superiores da Terra. Não fazem milagres, mas sim ajudam, aconselham, manipulam energias, protegem e combatem o mal.

Preto velho não está ainda sofrendo com a escravidão! Preto velho é uma forma de trabalhar na umbanda, pois um espírito aparenta a forma que quiser e que é permitida por Deus.

Caboclo não fica andando de cipó, não vive numa oca. Também é outra forma de trabalho.

As pessoas querem tirar conclusões com aquilo que querem enxergar. Criticam muito, mas se instruem pouquíssimo!

Então, antes de julgar qualquer religião, vá saber do que se trata primeiro. Fale, sabendo o que está falando, tire suas dúvidas, questione, mas construa algo de bom dentro de você e não seja radical, porque nós, seres humanos, sabemos muito pouco ainda! Temos muito o que aprender. Mas já temos ferramentas para despertarmos nossas consciências. Só fica estagnado quem quer!

Visualize o seu tamanho e o mundo em que vive, quantas pessoas nele existem. Visualizou?

Agora veja o mundo em que estamos e o universo, a imensidão da criação. 

Nossa morada - a Via Láctea

Nossa morada - a Via Láctea

Por isso, atente-se para o que realmente tem valor. Quem decide isso é você. Mas descubra o seu caminho! Se procura respostas, vá à luta! Busque o sentido da sua vida.

Indicações de livros e cursos sobre a umbanda e temas espiritualistas:

Tambores de Angola – Robson Pinheiro – Editora Casa dos Espíritos

Aruanda – Robson Pinheiro – Editora Casa dos Espíritos

Missão do Espiritismo – Norberto Peixoto – Ramatís – Editora do Conhecimento

Missão da Umbanda – Norberto Peixoto – Ramatís – Editora do Conhecimento

Jardim dos Orixás – Norberto Peixoto – Ramatis – Editora do Conhecimento

Medicina da Alma – Robson Pinheiro – Editora Casa dos Espíritos

Elucidações do Além – Hercílio Maes – Ramatís – Editora do Conhecimento

Legião – Robson Pinheiro – Editora Casa dos Espíritos

O Guardião da Meia Noite – Rubens Saraceni – Editora Madras

E alguns lugares onde se ministram cursos:

www.cefle.com.br

www.ippb.org.br

www.atman.com.br

A inteligência traz sabedoria!!!!

Com as devidas instruções e conhecimentos, você começa a despertar, a ver o quanto se amar e amar aos outros é importante pois assim você planta suas sementinhas para um amanhã feliz!!!! Mais uma coisa: nem tudo o que se lê na internet sobre umbanda é bom de fato (ao meu ver), por isso, filtre as informações com coerência. Segue o link de um texto explicativo que eu gostei: 

http://povodearuanda.wordpress.com/2006/12/12/as-falanges-de-trabalho-na-umbanda/

 

“O amor é a força mais abstrata, e também a mais potente, que há no mundo”. Mahatma Gandhi

Fonte: http://www.pascoa.org/79-citacoes%E2%80%9C-de-mahatma-gandhi-a-unica-revolucao-possivel-e-dentro-de-nos%E2%80%9D/

“Se existe amor, há também esperança de existirem verdadeiras famílias, verdadeira fraternidade, verdadeira igualdade e verdadeira paz. Se não há mais amor dentro de você, se você continua a ver os outros como inimigos, não importa o conhecimento ou o nível de instrução que você tenha, não importa o progresso material que alcance, só haverá sofrimento e confusão no cômputo final. O homem vai continuar enganando e subjugando outros homens, mas insultar ou maltratar os outros é algo sem propósito. O fundamento de toda prática espiritual é o amor. Que você o pratique bem é meu único pedido”. Dalai Lama

Fonte: http://www.comamor.com.br/mensagens_dalai.asp