Arquivo | janeiro, 2010

Existem respostas para tais perguntas?

15 jan

O que fazer? O que dizer? O quê?

Quando uma pessoa querida, que você quer tanto bem está tão mal!

Tão mal, que não consegue trabalhar (sim, é colega de trabalho também) e não pára de chorar!

Vc simplesmente quer abraçá-la e lhe mostrar que vai passar!

Mas pra essa amiga que acabou de separar do marido, as coisas nunca foram fáceis.

Ela tem um bebê dele de pouco mais de 2 meses…. e esse marido aí…. não liga pra ela mesmo…. sai pra balada pra beber e tomar “balinhas”!  Ele tem grana! E dái? Não tem o principal: carinho e atenção! Deixava ela em casa passando roupa, lavando cueca e amamentando o bebê.  

Mas não… ela não está só desse jeito porque se separou!

Muita gente se separa e sofre, mas depois passa, eu sei!

Eu, vc e tanta gente já passou por isso e superou!

Não… essa história aqui é outra!

Ela não engravidou simplesmente, também não! Ela engravidou após um mês de relacionamento, depois de ter sido avisada muito tempo antes de que não poderia mais engravidar por ter feito tantos tratamentos e cirurgias contra o câncer.

É…. ela teve câncer! E está lutando há muito tempo contra ele. Não costuma falar muito da doença, mas hoje desabafou, dizendo que vai ter que fazer outra cirurgia nos dentes em decorrência do tratamento a que foi submetida no passado.

E o que eu posso falar a ela?

Pra ter fé? Pra se amar? Pra lutar?

Eu já disse tudo isso, mas confesso que me senti impotente diante dessa situação, afinal, eu não faço idéia do que é isso!

Ela usa perucas porque não muitos cabelos. Eu a conheci assim. Seja com peruca, ou o sei lá o que mais que ela tem, porque é um tanto excêntrica, rs…… mas sorridente, alegre, cativando a todos, linda, fazendo todo mundo rir…. não demonstrando o turbilhão de coisas interiores a que está acostumada a sentir! 

Ela passou dos 5 aos 9 meses de gravidez deitada numa cama de hospital com as pernas para cima para conseguir salvar o bebê por causa de uma lesão no cólo do útero: e salvou!!! A bebêzinha é linda e saudável!

Pelo menos ela está recebendo ajuda do ex marido que deu carro, dinheiro, babá, empregada e tudo mais, pra ela se sentir menos perdida, porque ele pode e porque ele se importa com ela. Eles têm uma filha de 8 anos!

Mas isso é o bastante? Com certeza não…..

E o que fazer então?

Minha amiga é uma das pessoas mais puras que já conheci. Não importa o que ela tenho feito ou o que foi. Importa quem ela é! A pureza de coração que poucos têm!

E só estou contando essa história porque eu a admiro! Porque, apesar de a gente imaginar e saber que existem pessoas que sofrem por aí, a gente não entende! Só entende quando vivencia ou compartilha certas coisas!

E ela é um presente pra mim e uma lição pra todos que a conhecem! E eu quero poder ajudar ao máximo, sempre, naquilo que eu puder! Mesmo se for de longe!

Só peço a Deus que lhe dê forças para que ela continue, até aonde for preciso, e que ela descubra dentro dela a sua liberdade, a sua paz! Tenho certeza de que o tempo vai ajudar…

Não há soluções ou respostas para esse momento, mas ele vai passar!

Anúncios