Arquivo | setembro, 2009

A Cabana

29 set

livros4Estava de férias, saí 15 dias para descansar! Fui com meu marido para a praia, passamos lá a última semana! E choveu, e ventou demais…. mas tbm fez sol, e vimos aquele por do sol maravilhoso no mar! 

Levei o livro “A Cabana” de Willian P. Young para ler e com os dias chuvosos terminei em poucos dias!

Adorei e recomendo!

Uma leitura intensa, mexe com as nossas emoções, nossa expectativa cresce, nos traz algumas reflexões importantes e essenciais para a vida e o sentido de viver, sobre se relacionar com Deus! Uma abordagem diferenciada, impactante, inovadora!

Leia, se dê esse presente!

Um bjo gde!

Mini roteiro de Roma

10 set

Estava vendo uma amiga de blog se preparando para ir à Itália e lembrei que enviei este ano um roteiro por duas vezes para amigos meus que foram para lá!

Este roteiro são indicações e referências de ROMA. Viagem maravilhosa.

Conheci também Firenze, mas o foco foi Roma, então, para quem quiser saber alguma coisa, se tem dúvida quanto a ir para lá ou outro lugar, aproveite, pois a Itália em si é mesmo SENSACIONAL!

Roma
é a cidade capital da Itália e sede da comuna e da província com o mesmo nome, na região do Lácio. Conhecida internacionalmente como A Cidade Eterna pela sua história milenar, Roma espalha-se pelas margens rio Tibre, compreendendo o seu centro histórico com as suas sete colinas: Palatino, Aventino, Campidoglio, Quirinale, Viminale, Esquilino, e Celio. Segundo o mito romano, a cidade foi fundada a cerca de 753 a.C. (data convencionada) por Rómulo e Remo, dois irmãos criados por uma loba, que são atualmente símbolos da cidade. Desde então tornou-se no centro da Roma Antiga (Reino de Roma, República Romana, Império Romano) e, mais tarde, dos Estados Pontifícios, Reino de Itália e, por fim, da República Italiana.
No interior da cidade encontra-se o estado do Vaticano, residência do Papa. É uma das
cidades com maior importância na História mundial, sendo um dos símbolos da civilização europeia. Conserva inúmeras ruínas e monumentos na parte antiga da cidade, especialmente da época do Império Romano, e do Renascimento, o movimento cultural que nasceu na Itália.
A área metropolitana tem cerca de 2.546.804 habitantes (2001), e estende-se por uma
área de 1.285 km², tendo uma densidade populacional de 1.981 hab/km², o que a torna a maior cidade da Itália e também na capital europeia de maiores dimensões.
 
Não deixe de ver:
-Basílica de São Pedro (Vaticano – não pode deixar de ver) Tudo que você estudou, você vai ver lá…. a Pietá, a estátua de Pedro, o papa Urbano todo embalsamado, hehehe, etc!
-Igreja de San Pietro in Vincoli (tem o Moisés de Michelangelo) Maravilhoso!
-Basílica de São Paulo Fora dos Muros (particulamente estava fora do nosso roteiro, mas fui com meus pais, é maravilhosa, e nós gostamos e admiramos muito a história de Paulo de Tarso)
-Basílica di Santa Maria Maggiore – Saindo da estação Termini, pela Via Cavour, passe pela Via Giovanni, ande mais três quadras e está na igreja.
-Piazza Navona (vai lá ver a Embaixada do Brasil, comer alguma coisa e ainda fazer uma caricatura, é bem animada, toca música e à noite é bem legal, só cuidado com uns ciganos que às vezes vem se meter à besta, rs). Tem bons lugares pra comer ali, tomar um café, etc.
-Piazza di Spagna (ja´do lado da Via Condotti) Um monte de gente jovem tbm, lotada!
-Piazza Venezia – onde tem o maior monumento de Roma… (Vitorio Emanuelle 2º – o bolo de noiva, rs)
-Via Condotti (rua chiquérrima de Roma, com muitas lojas pra se ver e se der, rs, gastar um pouco. Tem coisa cara. A gente acabou indo a um OUTLET nos arredores de Roma para comprar roupa por preço melhor. Valeu muito a pena! Lojas ótimas, grifes, por um preço bem menor!
A gente foi nesse aqui: OUTLET:
http://www.mcarthurglen.it/castelromano/home/home.php?lang=en
-Phanteon
-Vaticano (Museu, Capela Sistina, Praça São Pedro)
-Forum Romano
-Circo Massimo
-Therme di Caracalla
-Palatino
-Arco di Constantino
-Piazza Del Popolo

Roma a pé

Roma a pé

-Via Veneto: onde eu fiquei hospedada, tem vários cafés, barzinhos…. pra tomar um vinho, comer uma pizza, andar simplesmente, ou bater papo à noite! Às vezes, a gente saía do hotel só pra ficar andando na Via Veneto, a gente andava até o muro e voltava, rs, batendo papo.
-Fontana di Trevi (comprei uns moletons lindos numa lojinha em frente) Joga uma moedinha na Fonte de costas pra ela….. é tradição e significa que você voltará pra Roma…. 🙂
-Coliseo
-Via Appia Antica (onde Paulo de Tarso peregrinou)
A gente tbm foi às catacumbas onde enterravam os cristãos que foram perseguidos pelo império romano. Ps> Informação da internet: Pegue o ônibus 218 na Piazza di Porta San Giovanni e vá até a Via Appia Antica. Foram usadas como sepulturas pelos cristãos entre os séculos 1 e 4. Existem várias em Roma, a maioria localizada na famosa Via Appia Antica (a primeira estrada pavimentada da história), uma quase do lado da outra.
Comida:
 
A gente tomava café da manhã no hotel e comia fora almoço e jantar!
Se gostar de pimenta, peça qualquer coisa all’arrabbiatta.
Ah e tome sorvete em Roma, é tudo de bom!!!!
 
Melhor: Canavota (Piazza San Giovanni Laterano, perto da catedral São João de Latrão) cantina italiana, maravilhosa, comida boa, delícia!
-Restaurante Santa Lucia (é perto da Piazza Navona) Ótimo atendimento.
-Restaurante Da Ivo a Travestere. Via de San Francesco a Ripa, 158.
-Alfredo (famosíssimo, mas prefiro o Canavota em relação à comida, rs) Vale a pena conhecer pela sua fama, o prato típico é o fettuccine alfredo. .Piazza Augusto Imperatore,30
Restaurante Camponechi Piazza Farnese
Gorjetas:

A maioria dos restaurantes cobra o coperto, que é uma taxa de serviço que varia entre €0,50 a €3, de acordo com o valor da conta, é claro. Alguns garçons, ainda mais ao saberem que você é brasileiro, viram tão “amigos” que é quase impossível sair sem deixar um troco a mais.

Aqueles dias…

9 set

Sabe aqueles dias que dá vontade de mandar todo mundo (ou quase todo mundo, mas quase mesmo) pras cucuias…. olhar para seu chefe e dizer: to fora…. tocar campainha do mundo e dizer: pára que eu quero descer, por favor?

Aqueles dias que você, por um motivo ou outro, ou por muitos motivos, está simplesmente cansado, tão cansado que não consegue ou nem quer falar sobre qualquer assunto, porque falar desgasta ainda mais?

Aqueles dias em que chove desde a madrugada e o dia todo e já era noite quando amanheceu. A chuva não parou um minuto e a cidade parou por causa disso?

Aqueles dias em que seu chefe te chama cedinho pra dizer que o relatório que ele queria não era do jeito que você tinha feito, mas ele não havia avisado antes como queria, e o que você tinha feito já era um padrão estabelecido?

Aqueles dias que dá vontade de sumir do mapa?

Aqueles dias que sua paciência está no limite e que você só tem um pouquinho de humildade para escutar certas coisas?

Aqueles dias que você sai por último do escritório, porque teve um monte de coisas para fazer e ainda pensam que você não faz nada?

Aqueles dias que te falta alegria, o que te faz questionar sinceramente o que você quer para você?

E aqueles dias em que acontece tudo isso que falei ao mesmo tempo?

Então…

Pelo menos, no que estiver errado, você pode mudar, aceitar, melhorar, encarar!

Pelo menos você tem saúde suficiente para estar inteiro!teatro

Pelo menos, você fez o que podia, e errar faz parte do aprendizado!

Pelo menos, você cismou de ligar para seu amigo que saiu antes de você do trabalho e perguntou a ele uma dica de caminho mais tranquilo para ir pra casa e vc cruzou a cidade em meia hora em dia de caos e inundação por causa da chuva! E ainda chegou em casa em tempo de fazer um bom jantarzinho e relaxar na frente da TV ou ouvindo música!

Pelo menos, apesar de qualquer coisa, você dormiu bem e descansou numa cama quentinha, com chuvinha lá fora!

Pelo menos, você não está sozinho nessa, podendo dividir suas coisas com alguém que te ama, seja quem for!

Pelo menos, você tem muitas coisas a mais para agradecer!

Pelo menos você não é escravo mas sim livre pra fazer suas escolhas!

E pelo menos, esse dia simplesmente JÁ FOI e não há porque ficar remoendo, afinal, não deve, nem quer se fazer de vítima!

Hoje é outra história. Um dia só de cada vez!